quinta-feira, 28 de maio de 2009

Cura










“Sinto falta de você e a palavra que me cura , ninguém vai dizer”.









Uma palavra, uma simples palavra, é capaz de nos devolver a vida.

Uma palavrinha apenas.

Tão simples, mas tão intensa.

Capaz de transformar uma noite em dia, uma tristeza em alegria, uma dor em euforia, uma solidão em companhia, uma morte em vida.

Ela é tão forte que fragiliza até os que se acham os mais fortes das criaturas.

Ela é capaz de amolecer corações endurecidos pelos maus tratos da vida.

É bálsamo para um coração aflito.

Uma palavrinha tão fácil de ser dita, mas que muitos teimam em não dizê-la, por se sentirem incapazes de senti-la.

Mas como fazer quando não temos mais ninguém para nos dizer essa palavrinha mágica em nosso ouvido?

Morremos?

Ah, morremos sim.

Morremos um pouquinho mais a cada dia.

Nossa alma sangra, nosso ego se desfalece, nossa luz se apaga.

Nos transformamos em pessoas tristes, muitas vezes amargas.

Olhar cabisbaixo, sorriso apagado, têmporas enrugadas.

Nossa luz se apaga, nosso riso emudece, nossa vida se esvai.

Perdemos todas as nossas forças, perdemos todos os sentidos.

Enlouquecemos, envelhecemos...

Queremos o seu toque suave, a sua leveza, o seu vigor.

Necessitamos do seu toque divino

Ansiamos por vida, e toda essa vida se resume apenas nessa palavrinha mágica chamada

AMOR!

Um comentário:

laisa disse...

pois eh heimmm eita palavrinha magicaa
quando existe ela td fica melhorrr...
amor faz bem pra alma hehehe
:D
ADOREII :* lindaaa